Junta de Freguesia de Olivais

Marcha dos Olivais

Apresentação – Marcha dos Olivais

“Bate as palmas
Bate as palmas
Bate as palmas, bate o pé
Os Olivais, os Olivais
Os Olivais é que é”

O MEO Arena foi palco da Exibição das Marchas Populares de 2024 e, claro, a nossa Marcha dos Olivais conquistou todos aqueles que estavam presentes!

Ao longo da primeira metade do século XX, um grande número de trabalhadores vindos do norte do país fixou-se no Bairro dos Olivais, por ser uma zona caracterizada pela mistura de campos agrícolas/quintas com indústrias várias. Os Olivais foram assim o sítio escolhido para construírem o seu lar. É nestes trabalhadores que se encontra a inspiração da Marcha dos Olivais.
Os trajes típicos de Viana do Castelo e o tradicional lenço dos namorados marcam presença nos figurinos apresentados, ao mesmo tempo que os cenários trazem a espiga e o pão.
Este ano, os padrinhos da Marcha dos Olivais são Paulo Battista e Sara Norte, aos quais agradecemos profundamente o empenho e dedicação à nossa marcha!

A Grande Marcha “O Tejo Afinal”, escolhida neste ano de 2024, foi entoada a bom som, com muita afinação e ritmo.
A marcha inédita “A semente dos Olivais” levou o público ao rubro, seguida pela marcha inédita “Olivais, o pão de cada dia”, que faz referência ao tema escolhido este ano pela nossa Marcha dos Olivais. Ambas as marchas inéditas contam com letra de João Pedro Aleixo, música de Toy e arranjo musical de Francisco Santos.
A apresentação terminou com a marcha “Olivais, bate as palmas, bate o pé”, com letra e música de Toy e arranjo musical de Samuel Pascoal.

A claque dos Olivais fez-se ouvir (e bem!) dentro do pavilhão, mostrando o seu amor, entusiasmo e dedicação por esta tradição popular e, principalmente, pelo nosso talentoso grupo de marchantes.

Dia 12 de junho, todos os caminhos vão dar à Avenida da Liberdade. Não fique em casa e venha apoiar a nossa Marcha dos Olivais!